Como fotografar uma banda (começando errado por uma idéia estúpida)

Eu e o Zoe Trio já estávamos conversando sobre essas fotos há meses. Mas sabe como é, "vamos fazer", "sim, vamos marcar", "então, vamos acertar a data para as fotos", "é, vamos fazer as fotos" e as agendas nunca batiam. Todo mundo já passou por isso, né? Essa semana demos um basta na lenga lenga e finalmente conseguimos nos encontrar.

zoe-baixa

Eu já mostrei alguns esquemas de iluminação com observações e anotações, mas hoje eu quero mostrar algo diferente. Aí vão as folhas de contato de toda essa sessão, que durou pouco mais de meia hora, antes de um show da banda. Isso aí é como se fosse a foto final na praia, mostrando suas celulites e jogando um volei enquanto a gordura balança. Só que é uma praia de nudismo, pra piorar. Absolutamente todos os cliques estão aí, exceto os do show. A ideia inicial era fazer as fotos nas cadeiras da sala onde a banda ia se apresentar. Me deram 10 minutos depois da passagem de som para fazer as fotos dentro do teatro, e fomos para o camarim. Chegando lá, vimos essa parede com assinaturas e mensagens de músicos que já tinham passado por ali e pareceu ser um lugar legal para fotos. Eu já estava medindo a luz ambiente para montar meu flash quando a mente abriu e pensei "não é porque eu trouxe essa tralha toda que eu sou obrigado a usar". As fotos foram feitas com a iluminação ambiente mesmo. Como o tempo era curto, dificilmente conseguiria uma boa expressão de todo mundo num único clique. Então, na edição escolhi 3 fotos onde cada um estivesse bem e mesclei no tratamento.

Depois, fazendo a edição do material, eu vi como foi idiota a ideia de fazer fotos de uma banda de post rock/jazz em cadeiras de teatro. Parecia mais foto para divulgação de show de stand up. Ainda bem que não insisti nessa ideia. Se você gosta de jazz, rock e post rock, não deixe de ouvir o som dos caras aqui.

contato-1
contato-2