Desafio: onde está o flash?

(Editado em 23 de julho)

Lá vamos nós para a resposta do desafio e o resultado do sorteio! Eu sei que estamos dois dias atrasados, mas sei também que posso contar com o perdão e compreensão de todos, não é mesmo?

TEM flash na foto. Em cima da camera, rebatido para o teto, em TTL com uma compensação de -2 EV. Quem respondeu que era com sombrinha ou softbox considerei como certo, pra não dizerem que eu sou muito chato. A questão é que tem um preenchimento suave. E quem levou o livro foi o Fernando Martins, que respondeu direitinho!

Por que eu usaria flash numa foto iluminada por luz natural? Porque eu quero fazer a foto parecer mais natural. "Epa! Peraí, você usou o FLASH para fazer a foto iluminada pela luz NATURAL parecer MAIS NATURAL?". Sim. Você já deve ter ouvido falar de alcance tonal, ou latitude de exposição. Isso nos diz o quanto de informação (detalhes) conseguimos na foto, partindo do preto até chegar ao branco, guardando detalhes perceptíveis (Não vou me prolongar. Tem um excelente artigo do Armando Vernaglia sobre isso aqui. Leia antes de seguir). Resumindo a história: nossa câmera enxerga tudo com muito mais contraste que a gente. O flash entra aqui bem fraco, só pra preencher um pouco as sombras e trazer a imagem pra mais próximo do que se vê. Dêem uma olhada na foto sem flash e pensem: qual parece mais natural?

A primeira pergunta é se tem flash nessa foto do Rick Joilly, aluno da oficina em Feira de Santana e filho perdido do Ahmadinejad. Se tem flash, onde está? Responda corretamente nos comentários do post e concorra ao livro Cartas a um Jovem Fotógrafo, de Bob Wolfenson (este que está aqui do lado). O sorteio será semana que vem, no sábado, dia 21. Boa sorte é para os fracos, seja um ninja da luz e responda certo!