Exposição INcômodo (Festival Hercule Florence de Fotografia)

Ontem abrimos a exposição INcômodo, parte do festival Hercule Florence de Fotografia, em Campinas. Na minha parede, 4 fotos que eu carinhosamente classifico como "com foco duvidoso e de resolução questionável" com histórias inacreditáveis de viagens a lugares improváveis, como o busto de Lenin nas Ilhas Comores, a catedral com vitral ridículo em Antigua e Barbuda, o monumento ao atum de Manta e os pinguins amorosos que são seres humanos melhores que seres humanos, na Antárdida. Ocupamos uma casa vazia e fechada por muito tempo e estaremos lá por um mês.

Além do meu trabalho, estavam lá Daniel Athayde, Julia Rettmann, Leticia Ranzani, Augusto Meneghin, Mauricio Bueno e Pedro Espagnol, uma audioinstalação de Henrique Iwao e intalação de Luis Marques Martinelli, tudo sob o comando e curadoria da Helena Marc.

O André Abujamra começou o show baseado nas minhas histórias. E, se você conhece a mim e ao André, sabe que essa coisa passou longe de ser normal. Só tenho o que agradecer a Helena Marc e a todo mundo que estava lá. A casa lotou e foi alucinante ver a minha história inspirando o André e todo mundo a cantar: "A única coisa real: AMOR!"

Serviço:

Casa Azul Rua Boaventura do Amaral, 1075 Cambuí, Campinas - SP

Visitação: 13/10 a 04/11 Terça à domingo, das 11:00 às 18:00