Fotógrafo de verdade fotografa só em raw

Se a afirmativa acima for verdade, então acho que eu sou uma fraude. Essa foto foi feita em jpg, e em jpg básico, de qualidade inferior. Não houve corte na imagem, nem grandes alterações de contraste/exposição. Isso significa que eu tratei essa foto em, sei lá, uns 5 minutos, só pra dormir em paz e não sentir a culpa de nem dar um tapinha no contraste.

Se você conhece sua câmera, sabe fotometrar, sabe como a luz se comporta, e vai entregar em jpg mesmo, não tem necessidade de fotografar em raw. Muita gente fotografa em raw, joga um preset qualquer no lightroom e exporta o jpg. O que as pessoas que trabalham dessa forma não percebem é que elas estão perdendo tempo importando um raw, aplicando um preset, e exportando um arquivo em jpg, quando esse processo pode ser feito direto na camera.

A sua câmera provavelmente tem um menu de estilo de imagem. Alguns são editáveis, onde você pode colocar mais constraste, nitidez, ou diminuir saturação. Você pode criar o seu próprio preset direto na sua câmera. E não tem problema nenum nisso, se o raw não for extremamente necessário.

Meu conselho pra 2012: Se você não gosta de passar muito tempo na frente do computador, pratique muito a fotometria, balanço de branco, estude iluminação e técnica fotográfica. Quase todos os problemas que você corrige no raw podem ser corrigidos logo antes de apertar o botão (inclusive a composição) e você já pode ter um arquivo pronto, direto da câmera, dependendo da finalidade da foto (principalmente se for pra web). E aí você deixa todo o espaço em disco que economizou pra baixar aquele seriado que você ainda não viu.